When it's all about the texture

1 de dezembro de 2020


Se há uns anos me dissessem que hoje em dia só iria usar produtos de maquilhagem maioritariamente em creme, nunca acreditaria. E isto porquê? Porque ao longo dos tempos foram-nos incutindo que os produtos em creme não funcionam bem em peles oleosas, que fazem com que a pele fique oleosa mais rapidamente and so on...

No entanto e felizmente hoje em dia essa ideia está completamente ultrapassada assim como a de uma pele que seja completamente mate. Se há anos atrás os produtos em pós, fosse blush, bronzer, etc, eram reis aqui em casa, a verdade é que hoje em dia não tenho um único produto em pó no meu kit to go. Sim leram bem, nem um, nem um pó compacto para controlar a oleosidade na zona T porque sinto sempre que me apaga toda a luminosidade da pele (o mais certo é também não o estar a usar corretamente). Dos primeiros produtos que passei do pó para a versão creme foi o bronzer e depois de ver que o bronzer funcionava muito melhor em creme, ficava com um aspeto menos artificial, foi a vez de passar para os blushes em creme e claro que foi facilmente declarado um amor ao primeiro toque.  Tal como os bronzers, os blushes em creme têm uma textura que confere muito mais naturalidade na hora da aplicação, sim é verdade que intensidade da cor pode não durar tanto tempo como um blush em pó, mas o facto de conferirem muito mais naturalidade e de darem à pele um aspeto luminoso e hidratado é sem dúvida o meu favorito. Neste momento completamente apaixonada por este da Shiseido, Minimalist Whipped Powder Blush com uma textura espumosa e com muita pigmentação, o que o faz aguentar cerca até 8 horas na pele. O meu é na cor #3 Momoko, um tom quente, pêssego, bem como amo para blush e podem encontrar pelo menos mais 7 cores.




Sem comentários:

Publicar um comentário

CONFESSIONS OF A SHOPAHOLIC © 2017
Template by Blogs & Lattes