The unique and only Nudit

17 de setembro de 2018

 
Encontrar o desodorizante que vá de encontro a todas as nossas necessidades não é propriamente fácil. Ao longo do tempo fui experimentando várias opções, mas nem sempre senti que realmente estava a utilizar o que era melhor para mim. Já passei pelas opções que se vendem no supermercado e dessas acho que o melhor de todos continua a ser o da Dove.

Depois disso tentei experimentar alguns que fossem o mais orgânico possível, no tanto o resultado continuava a não ser não o melhor, rapidamente deixavam de fazer efeito, por isso se tiverem alguma boa dica sobre este género de desodorizantes deixem nos comentários. Lembro perfeitamente de ter comprado uns em Paris, na famosa Citypharma, um pack de 2 e que correu tão, mas tão mal que nem sequer consegui chegar ao final da primeira embalagem. Já podem imaginar o quanto o produto não funcionava até porque se há coisa que detesto é deixar produtos a meio.

Por mim, há uns anos encontrei este da Helena Rubinstein, o Nudit. Basicamente conheci este produto através da Maria Maques e do blog que ela tinha na altura o Beauty Rotine (saudades destes tempos) e que basicamente tinha a mesma luta que eu relativamente a desodorizantes. Na altura fui a correr a comprar e foi sem dúvida o meu desodorizante favorito por uns bons tempos. No entanto depois a marca tinha sido descontinuada em Portugal e voltei a ter que voltar às bases.

Felizmente há pouco tempo voltei a encontrá-lo à venda na Notino e fiquei radiante, eu sei, eu sei, é um desodorizante, mas é mesmo o meu favorito de todos os tempos. Não é propriamente um produto barato, até porque achamos que para desodorizante qualquer coisa serve e é aquele tipo de produto que procuramos sempre opções mais baratas, no entanto acreditem este vale cada cêntimo!
0

Verão e base podem ser uma combinação complicada principalmente para quem tem a pele oleosa. Se durante o outono já não é fácil encontrar a base perfeita, imaginem em pleno verão que transpiramos o dobro ou triplo? Juntando a esta equação o facto de que não sou propriamente fã de bases com muita cobertura, a escolha fica cada vez mais reduzida.

Descobri esta base da Shiseido há cerca de dois anos e lembro-me que no primeiro dia que a usei e cheguei no final do dia a casa estava agradavelmente surpreendida com o resultado. Não foi preciso retocar ao longo do dia e isso é sem dúvida logo um plus dado que trabalho desde sempre em ambientes com ar condicionado, que sofrem constantes variações de temperatura ao longo do dia, portanto não é fácil que a base se mantenha no sítio, da forma como esta o fez e sem oxidar, o que é fantástico.

A UV protective liquid Foundationda Shiseido tem SPF30 e o factor que a faz manter tão no sítio ao longo do dia é sem dúvida o facto de ser muito resistente à água, pelo menos para mim é sem dúvida isso que a faz resultar tão bem na minha pele com tendência a oleosa. É leve, fluída e bastam algumas gotas para uma boa cobertura, que conforme a vossa necessidade podem ir construindo é claro!

Existe pelo menos em 7 tons, como neste momento estou bastante morena estou a usar o dark beige, portanto assim que voltar à minha cor de lula que tenho durante o resto do ano irei alterar para outra opção. Como é uma base ultra resistente à água garantam que retiram bem todo o excesso de maquilhagem ao final do dia, eu por norma faço sempre um double cleasing só para me certificar que não ficaram nenhuns restos de base no rosto.
0
 Mellieha Bay 

 Paradise bay

 Golden Bay

 Blue Lagoon

Riviera bay

Valletta 

Malta foi um dos destinos escolhidos este ano para as férias de verão e sinceramente se a escolha inicialmente foi feita sem grandes expectativas, ao dia de hoje voltava já no momento sem pensar muito. Há qualquer coisa que nos faz apaixonar por Malta, muito provavelmente as altas temperaturas (não adequado para gente que não gosta de muitoooo calor, só para terem uma ideia eram 10h da manhã e estavam quase 30 graus - em pleno agosto é claro) e as águas quentes e cristalinas. Não vou dizer que Malta é maravilhosamente bonita e que se vão perder de encantos, não o é, de todo, não é aquela ilha para onde vão dar passeios sem fim, mas a capital Valleta é sem dúvida bonita, elegante, imponente e merece sem sombra de dúvidas uma visita, tirem pelo menos uma manhã ou uma tarde para visitarem porque não se vão arrepender. Outra das cidades que dizem ser muito bonita, mas que infelizmente não tive oportunidade para visitar é Mdina, foi lá que foram inclusivamente filmadas algumas cenas de Game of Thrones. 

As praias essas são sem dúvida maravilhosas e acreditem que até ao dia de hoje nunca tinha visto uma água com aquele tom de azul, tão limpa, tão cristalina (e eu que já tive no sul de Itália e que já tinha achado a água maravilhosa). De todas as praias que visitei (como ficamos uma semana, tentamos fazer uma praia por dia), a que mais gostei foi sem dúvida a Riviera Bay (o envolvente é de sonho e a água é tão quente que chegava a estar a mesma temperatura de ar e de água) e a Paradise Bay (no entanto preparem-se para uma praia pequena, que pouca areia tem e que para lá chegarem espera-vos uma subida bem íngreme e longa para que depois possam descer até esta pequena baía). E perguntam vocês e então a Blue Lagoon? Bem, a Blue Lagoon é tudo o que dizem sim, a água é de um azul tão mas tão bonito que só encontram mesmo naquela zona, no entanto em pleno Agosto há um enorme problema, a quantidade de turistas! Chegamos à ilha de Comino eram cerca das 10.30h da manhã e acreditem já estava a ficar caótico, com uma pequena pesquisa no google vão perceber que a quantidade de areia também é mínima o que significa que vão ter que ir ficando à volta da ilha onde tem alguns pontões para os barcos atracarem e que a partir do momento em que esses barcos gigantes aparecem vão ter que sair daí e mudarem-se para outro sítio. É realmente uma pena não limitarem a quantidade de turistas e barcos por dia, são tantas mas tantas pessoas que para terem uma noção a ilha começou apenas a ficar mais calma por volta das 16h. Portanto se quiserem mesmo desfrutar de todo aquele cenário, escolham outra época do ano mais calma, como por exemplo Outubro porque mesmo nessa altura as temperaturas ainda vão estar óptimas. O barco para a Blue Lagoon sai de Marfa e a duração da viagem é cerca de 30 minutos, tem um preço de 10 euros para ida e volta e os barcos são pequeninos e com pouca gente, o que achei óptimo (podem ver mais info no site, aqui) Claro que existem muitas outras opções, como irem naqueles barcos que apenas ficam na ilha um par de horas e que depois durante o dia podem visitar outros sítios à volta de Comino. 

A nível de alojamento, mais uma vez a escolha recaiu no airbnb, os preços são bastante aceitáveis e optamos por fica na zona de St. Paul's Bay porque ficava próximo de todas as praias que referi acima. O transporte utilizado foi sempre autocarro e acreditem que andar de autocarro em Malta é toda uma experiência. Rapidamente vão aprender que raramente chegam a horas, que grande parte das vezes não se vão poder sentar porque não existe lugar e que quando já vão demasiado cheios não param para vos apanhar na paragem, por isso boa sorte! No entanto fora isso funcionam bastante bem, basicamente podem ir de autocarro de um lado ou outro da ilha, existem imensas linhas, com imensas paragens. No nosso caso do nosso airbnb até às praias acima mencionadas demorávamos cerca de 15 a 20 minutos no máximo. Se pretenderem alugar carro, não se esqueçam que lá o volante está do lado direito do carro, tal como em Inglaterra, portanto pode ser um bocadinho, senão bastante confuso! Se optarem pela opção do autocarro comprem aqueles cartões pré-pagos de viagens, podem ver aqui quais as opções que existem e descarreguem também a aplicação para smartphones para conseguirem ver quais as linhas que têm que utilizar conforme o local para onde pretendem ir e os horários (já sabem que estes não são de fiar).

2

Getting into AW

12 de setembro de 2018

 1. Zara (link) / 2. Cinco (link) / 3. Mango (link) / 4. Adidas (link)

Os maravilhosos 15 dias de praia começam a ficar para trás aos poucos e aos poucos também o guarda-roupa começa a ajustar-se para entrar em modo outono, mas que mesmo assim ainda dá para usar em dias com as temperaturas mais amenas. Quero muito usar este vestido sem nada por baixo e quando entrar em modo outono basta apenas adicionar uma t-shirt branca justa e está feito. Para calçar sempre tennis, para quem precisa de andar muito no dia-a-dia ou tem que andar sempre de um lado para o outro, é sem dúvida a melhor opção e eu já não saio de casa sem uns. Por mais que adore sandálias, mesmo no verão não consigo resistir a um bom par de tennis e estes da Adidas, os Falcon, são um dos modelos mais cobiçados do momento. A mala de franjas da Mango, para dar aquele up no look, sem ficar demasiado informal e que está a um mega preço de 16 euros pelo site e claro, acessórios sempre em dourado e este da Cinco não podia ficar mais bonito neste look.
0

E depois do verão?

11 de setembro de 2018


 
Neste caso é mais e depois de 15 dias a apanhar sol, quais são os produtos que não dispenso mesmo? A palavra de ordem é sem dúvida hidratar, muito e voltar a repetir tudo novamente. A pele e o cabelo são sempre os que mais sofrem com a água salgada e hoje trago-vos os meus 3 aliados para que continuem com um bronze e cabelo bonito mesmo depois de já terem acabado a vossa temporada na praia.

Para o corpo seja verão ou inverno há algo que nunca falta cá por casa – um óleo de banho que seja extremamente nutritivo. Vou alterando entre o da Eucerim e este da Bioderma, o Atoderm que tem um tamanho muito friendly para levar em viagens. Tanto um como o outro são para peles sensíveis, como é o meu caso, deixando a pele nutrida, suave e bastante confortável sem nunca repuxar. Estes óleos de banho normalmente não fazem muita espuma, por isso não pensem em gastar meio frasco do produto só por esse facto!

Outro essencial de verão (na realidade é mais essencial de ano inteiro) que não pode faltar cá por casa é um exfoliante. Já falei várias vezes aqui pelo blog que esse é um dos produtos de beleza que mais gosto de experimentar. Desta vez estou a experimentar o da linha Rêve de Miel e é pura e simplesmente delicioso. Cheira super bem, tem uma textura exactamente como a do mel, faz me lembrar a combinação de mel com açúcar e deixa a pele bastante suave e funciona também como hidratante, depois do banho não precisam de colocar mais nada na pele (a não ser que esteja mesmo muito seca).

E por fim para o cabelo, nunca pode faltar uma boa máscara de cabelo no verão certo? Este ano utilizei a BC Bonacure Sun Protect da Schwarzkopf Professional e basicamente o que fiz foi utilizá-la todos os dias de praia, não como máscara mas sempre como condicionador, deixava apenas 1 a 2 minutos e retirava do cabelo e ficava super sedoso, macio e fácil de desembaraçar, sem ser necessário andar sempre e secador atrás para que o cabelo ficasse com aquele aspecto.
0
CONFESSIONS OF A SHOPAHOLIC © 2017
Template by Blogs & Lattes