What is all the fuss about?

15 de novembro de 2018

 
A primeira vez que ouvi falar em CeraVe foi a Vic Ceridono do Dia de Beauté que recomendava num dos seus vídeos o creme hidratante da marca para o corpo, principalmente para quem tinha pele seca e como um dos essenciais a ter por casa na altura do Inverno. A marca é norte-americana, com uma vasta linha para corpo e rosto e o melhor é que alia qualidade a preços bastante competitivos.

Comecei por experimentar há uns meses atrás o bálsamo hidratante, eu como já falei por aqui algumas vezes, tenho uma pele muito seca, no inverno então nem se fala e ando sempre em busca de um hidratante corporal que faça na realidade o que promete. O bálsamo corporal daCeraVe é um hidratante bem básico, não tem nenhum cheiro em específico e se calhar por ser tão básico, daí resultar tão bem. Pontos fundamentais para quem tem pouca paciência para colocar cremes: fácil de aplicar e de absorver e consegue dar à pele a hidratação intensiva e de longa duração. Também podem aplicar este hidratante no rosto se sofrem de pele mesmo muito muito seca. Dado que aqui por casa já vou no segundo frasco deste produto, está mais que aprovado e vai ser sem dúvida o hidratante deste Inverno (450 gramas de produto dá para imenso tempo).

Ainda curiosa com a marca, acabei também por testar o Foaming Cleaser que também não deixa de ser um básico, bem descomplicado como todos os outros produtos da marca. Mais uma vez sem perfume, este foaming cleaser formulado para ser utlizado de peles normais a oleosas, não tem nada que enganar, lava o rosto e ajuda a regular a oleosidade qb, Para quem não tem a pele extremamente oleosa, acho que pode ser uma óptima opção dado que também ajuda a hidratar, impedindo aquela sensação de pele a repuxar. Se ainda não conhecem a marca, acho que vale muito a pena testarem alguns dos produtos e podem encontrar à venda no site da Notino.
3

Netflix and chill

14 de novembro de 2018


Ao fim-de-semana é sempre tempo de pôr em dia as séries que se vão acumulando durante a semana e com este tempo que mal dá para sair de casa é sem dúvida o programa perfeito para as tardes de chuvosas. Para além da série Elite (com alguns dos actores que participaram em casa de papel), que vi em apenas 1 dia, estas são as outras duas que recomendo para verem asap. Se gostaram de designated survivor, então devem sem dúvida alguma verem Salvation. Para além dos actores serem todos uns gatos, a história de que um asteróide vai atingir a terra consegue prender-nos para já durante 2 temporadas (ainda não existe a confirmação sobre uma terceira temporada). Relativamente à The Sinner, também já com duas temporadas, 8 episódios cada uma, duas histórias diferentes, completamente perturbadoras. Se achei a primeira temporada muito boa, a segunda temporada nem comento, assim que começarem a ver não vão conseguir parar e como são 8 episódios é bem fácil de ver tudo numa tarde.
0

Solo

13 de novembro de 2018


Este post está em rascunho há quase um ano, começou a ser escrito logo depois da vida ter mudado como a conhecia há 8 anos, mas por alguma razão nunca encontrei a altura certa para o publicar e com o tempo percebi também que nunca iria existir uma altura certa, por isso hoje aqui está. Este post é para todos os que acreditam no amor, sim no amor e o amor nem sempre tem que ser a dois, o amor por vocês mesmas, o amor dos outros por vocês, dos vossos amigos, da vossa família, esse sim pode ser o vosso amor incondicional, o amor para a vida toda.

Se há um ano me dissessem que me iria separar da pessoa com quem estava há 8 anos, provavelmente não acreditaria e digo provavelmente, porque nunca ninguém está livre de se apaixonar por outra pessoa, ninguém está livre de do dia para a noite atirar tudo ao ar, como aconteceu. De repente a pessoa que esteve com vocês uma parte da vossa vida torna-se irreconhecível e maior que o medo do que vem daqui para a frente, é a dor de na realidade não terem visto o que estava tão ali à frente dos olhos.

O dia seguinte é o dia mais horrível de todos! É o dia da aceitação, sabia bem que no meu caso não haveria volta a dar, é o dia de esconder as lágrimas enquanto estava sentada no trabalho e a cabeça teimava em fugir para outro lado e se neste momento tudo parece mau, tudo parece que não tem solução, acreditem existe solução para tudo e rapidamente, rodeada pelas pessoas certas comecei a levantar a cabeça. Lembro de ter mandado mensagem a algumas pessoas a contar, porque nem um telefonema conseguia fazer, depois vem aquela parte chata de comunicar “já não estamos juntos”, vem a lista das perguntas do outro lado, mas queres restringir a informação ao máximo, o “já não estava a dar” é a frase mais batida de sempre, mas a única que me sai. Com o tempo, acabariam por saber...

Sou muito aquela pessoa que está ligada ou desligada e quando desligo, quando aceito, acabou, passou e a vida segue. Fiz uma lista de coisas necessárias a resolver, ser prática foi a ordem do dia, voltei a pôr a cabeça no lugar, passei o natal com as pessoas que mais amo, fui para Barcelona passar o ano e voltei renovada, decidida a acreditar que aquele ano iria ser meu, caraças iria ser tão meu! Não para te provar nada a ti, não preciso, nunca precisei, mas precisava de provar a mim mesma que eu era capaz disto e fui.

Rodeei-me das melhores pessoas e acreditem que é nestes momentos em que sei que os meus amigos, são mesmo os melhores do mundo, não vivemos todos na mesma cidade, nem todos no mesmo país, mas vivemos todos à distância de uma mensagem de voz, de um telefonema, de chamadas por Skype, que tantas vezes me ampararam as lágrimas enquanto desabafava. Cheguei a pensar porque é que chorava mesmo? Sentia falta de quê mesmo? E em menos de um ano percebi que naquela altura apenas chorava por algo que tinha acabado, mas nem eram saudades, nem era sentir falta, era eu sentir-me perdida, talvez porque a vida ia passando, as coisas iam andando e na realidade não estava no pleno da minha felicidade, estava adormecida e foi algo que já com a cabeça muito fria, muito distante de tudo, consegui chegar à conclusão.

O trabalho ajudou imenso a seguir em frente, estar num ambiente feliz, com pessoas bem-dispostas é meio caminho para a vida andar e o melhor de tudo é a independência que se ganha: chegar a casa às horas que quero, quando quero, não ter que pensar em almoços, em jantares, não ter que estar presente em nada que não me apetece verdadeiramente, não ter que dar justificações, não ter sequer que pensar ou programar o que quer que seja. Acabamos também por fazer coisas que nunca tínhamos feito e sem aos 20 as coisas ainda podem ser fáceis, acreditem, aos 30 há coisas que tomam toda uma outra dimensão: voltei novamente ao ginásio (foi a desculpa perfeita), nunca cozinhava, não é que hoje seja grande cozinheira, mas passei a desenrascar-me, no entanto sou óptima a abrir garrafas de vinho! Montei móveis, cadeiras e troquei lâmpadas, dancei até não ter pés, vi o sol nascer nos aliados perdida no meio de conversas até altas horas da manhã, conheci pessoas que adoro de coração, ri-muito e mais importante de tudo voltei a encontrar-me e a saber o que era ser verdadeiramente feliz, sozinha! Portanto no fim disto tudo, não há dúvidas, só posso dizer – Thank you, next!



-->
3

Keep it black, always

12 de novembro de 2018

1. Proenza Schouler T-shirt (link) / 2. Yuzefi (link) / 3. Eureka (link) / 4. Levi's (link)

Preto será sempre a zona de conforto, por mais voltas que dê, nos dias em que a inspiração falta é sempre a escolha mais fácil e que nunca falha. Este look é basicamente tudo o que desejo vestir no meu dia de aniversário e basicamente só falta a malinha amorosa da Yuzefi para o look ficar completo (se ainda não conhecem esta marca, vale muito a pena darem uma vista de olhos).
0

Oh happy day

11 de novembro de 2018


Domingo, chove lá fora, mas não há nada de triste neste cenário. Pelo mundo celebra-se o single day e o orgulho de ser solteiro e para animar o dia a Notino está cheia de marcas com 11% de desconto, basta utilizarem o código single11pt e se fizerem compras acima de 60 euros ainda têm direito a portes gratuitos, convencidos? Algumas das minhas marcas favoritas que podem encontrar nesta promoção são: Filorga, Acqua di Parma, Oro Fluido, Korika e muitas outras.
0

The perfect nude

2 de novembro de 2018

 
Se há produto de maquilhagem que mais gasto é sem dúvida batom e principalmente se for nude! Gosto de ter várias opções e na maior parte das vezes andam vários perdidos nas malas e desta vez como o stock estava a ficar reduzido, questionei pelo instagram qual seria o vosso batom nude favorito.

Depois de várias respostas e muitas opções, dei por mim a pesquisar sobre a Tom Ford. Como sabem não é propriamente uma marca fácil de encontrar à venda, mas ficam já a saber que a Notino tem vários produtos desde batons até aos mais icónicos perfumes.

Tive que fazer ainda alguma pesquisa principalmente nas cores, a linha Lip Color tem uma variedade de cores imenso e confesso que podemos ficar um bocadinho confusas sobre qual devemos comprar, então o que fiz foi tentei encontrar o máximo de swatches possíveis para não errar na escolha do meu nude perfeito. O escolhido foi o tom #60 Bad Lieutenant, um nude com um toque de rosa, mas muito muito suave. O batom em si já tem uma pigmentação forte, quanto a textura a mesma é cremosa e de longa duração e confesso que o tenho usado sem parar. Ainda pensei, bem vou só usá-lo em ocasiões especiais porque, I mean, aquela embalagem não precisa de muitos comentários, é aquele batom que devemos ter sempre na mala, de sonho completamente, mas confesso que estou completamente viciada na cor e por isso na hora de escolher um batom fica difícil evitar este.

Obviamente que não é o batom mais barato de sempre, mas pagamos a embalagem maravilhosa, pagamos a qualidade e eu prefiro sempre ter tudo isso em conta, é sem dúvida um batom especial. No entanto para vossa sorte está em promoção no site da Notino, assim como todas as cores desta linha, por isso se quiserem arriscar é agora.
0

sweater weather

31 de outubro de 2018

 All from Zara

Todos os anos é o mesmo dilemas com as malhas, mas acho que finalmente aprendi que não posso usar nada que seja demasiado grosso, tipo aquelas lãs super chunky porque depois no trabalho vou ter um calor de morrer, até porque trabalho num sítio em que de vez em quando o ar condicionado está meio descompensado e em pleno inverno cá fora, lá dentro é verão. Portanto, a melhor aposta para estes casos são sempre as caxemiras, são leves, quentes qb e acreditem são intemporais, duram anos e anos sem um único borboto. Como são uma peça consideravelmente cara espero sempre pela fabulosa black friday da Zara para apostar nestas compras e este ano não vai ser diferente.
1
CONFESSIONS OF A SHOPAHOLIC © 2017
Template by Blogs & Lattes